Genilto Vanzin

Simples assim.

Sem categoria

Campanha cidadã pretende resgatar noção de direitos humanos

“Todos têm direito a ter direitos”, esse é o lema da campanha encabeçada pelo Conselho Estadual dos Direitos Humanos em parceria com o Governo do Estado do MT, que pretende conscientizar a sociedade sobre a importância de se garantir os direitos humanos dos cidadãos. Um trabalho pioneiro em Mato Grosso, que conta com a participação de entidades ligadas aos governos federal, estadual, municipal, Ministério Público Federal, Poder Judiciário e Sociedade Civil Organizada.

À frente da campanha, o presidente do Conselho, Genilto Nogueira, ressalta que hoje existem fortes focos de deturpação do real significado da luta pelos direitos humanos, um dos fatores que motivaram o lançamento da campanha. “Temos alguns segmentos da sociedade que tentam descaracterizar, minimizando o verdadeiro significado dos direitos humanos, alegando que é uma luta em prol dos presidiários”, explica.

Nogueira faz questão de observar que o termo direitos humanos se aplica para todos os cidadãos, é uma luta pela melhoria da humanidade e não por apenas uma parcela dela, pela manutenção dos seus direitos historicamente violados. “Nossa luta é para garantir que todas as pessoas saibam quais os seus direitos e também fazer valê-los, fazer com que os direitos dos cidadãos sejam cumpridos, sem distinção”, esclarece.

Presidente do Conselho, Genilto Nogueira, com a cartilha dos Direitos Humanos

Presidente do Conselho, Genilto Nogueira, com a cartilha dos Direitos Humanos

Nesse aspecto, Nogueira salienta que a campanha é a oportunidade de quebrar esses paradigmas, informando adequadamente a população sobre todos os seus direitos básicos. “Os direitos humanos devem estar em todas as atividades da sociedade. Mas isso vem sendo compreendido aos poucos, ao longo da história, por geração e gerações de pessoas que lutaram pelos seus direitos. Na revolução Francesa de 1789, surgiu a bandeira da “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”. Depois da segunda guerra Mundial, com o mundo destruído pelo abuso, os Países se reuniram na Organização das Nações Unidas. Em 1948 foi assinado o documento mais importante da organização: a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Nela são enumerados todos os direitos fundamentais de que falamos nesta cartilha” declara Genilto.

“É o momento de derrubarmos paradigmas negativos, e criar novos, condizentes com a nossa real luta, que é pelo ser humano. Todos são iguais perante a Lei, se todas as pessoas respeitam os direitos humanos, significa que os seus direitos estão sendo respeitados. Direitos humanos são direitos à dignidade, a liberdade, a alimentação, educação, segurança, à vida, são tão importantes quanto à comida e abrigo”, enfatiza Genilto.

A disseminação da campanha será feita através de divulgação na imprensa em geral, além da distribuição de uma cartilha e um extenso cronograma de ações de conscientização, como adianta Genilto. “Além da divulgação na mídia, nós estamos lançando uma cartilha muito interessante, que traz detalhadamente dezenas de direitos dos cidadãos, em uma linguagem universal, com ilustrações. Um material que vai nos ajudar a levar aos cidadãos aquilo que lhe é de direito. Além disso, serão realizadas palestras em escolas e debates”, pontua.

Uma campanha inteligente e cidadã, que carrega a bandeira de uma das lutas mais bonitas que o mundo já assistiu, resgatando os direitos do povo, “que pela simples falta de acesso à informação não exigem os seus direitos, deixando de ser respeitados, em todas as classes sociais”, frisa Nogueira.

Fonte: http://www.24horasnews.com.br/index.php?mat=306221

3 Comments

  1. dany

    direitos umanos temos que resgata-los

  2. Arlindo Vogel

    Caro Genilto.
    Preciso conversar contigo. entre em contato

  3. Prezado Genilto,
    Quero agradecer a você e todas (os) Catarinenses pela divulgação desta matéria, que sem duvidas engrandece em muito nosso trabalho. Desejo que Santa Catarina receba de Deus as energias de saúde, paz e harmonia.
    Nosso site esta em construção faça uma visita e deixe suas sugestões.

    Saudações Fraternais

Deixe uma resposta

Theme by Anders Norén