Genilto Vanzin

Simples assim.

Dicas, Pensamentos

Pensamento, vivendo a vida intensamente e as influências na vida

qualidade_vidaCurtir a vida. Existem várias interpretações, várias definições e acima de tudo, existem várias distorções do que isso realmente significa.

Me diga, você está fazendo isso certo?
Qual é a sua definição de Curtir a vida?

As vezes acho que as pessoas tem medo de ver a vida passar, e não ter feito nada para poder dizer “Eu sim, soube curti muito bem a minha vida”.

E nesse medo, é que vejo muitas pessoas só fazendo besteira, achando que cair na gandaia, encher a cara e sair bêbado dirigindo por aí, é uma ótima forma de Curtir a Vida. Pelo menos é o que ouço muitos dizerem.

tumblr_lxcoclOMSD1r5cavmo1_500

Semana passada mesmo no ônibus de Curitiba para Blumenau, sentei ao lado de um rapaz que tinha mais ou menos aminha idade, viemos conversando sobre algumas coisas, principalmente sobre esse assunto, Curtir a Vida. Me contou que vinha para Joinville, passar um tempo com uns “camaradas”, e que havia passado a virada do ano na praia com eles e, pelo que eu entendi, apenas bebendo e “pegando a mulherada”, pois foram as únicas atividades enfatizadas por ele. E ainda, que nem lembrava direito o que tinham feito e como foi  que chegou em casa, pois estava muito bêbado para se lembrar. Uma frase que me marcou que ele me falou foi a seguinte:

lei-seca

Foi muito bom cara, a gente tem que curtir mesmo a vida enquanto é jovem. Eu to fazendo isso…

Pensei sozinho: “bem, talvez seja eu que não saiba curtir bem a minha vida então”. Mas no final, concluí que cada um tem a sua própria definição não é?

O que eu acho é que se eu realmente quero aproveitar a vida intensamente como se fosse a última vez, eu deveria aproveitar de forma saudável, para não transformar isso em última vez, e poder aproveitar mais.

A vida imita a arte?

Costumava-se dizer que “a arte imita a vida”. Ah sim, muitos filmes são baseados em fatos reais e não só isso, novelas, músicas que tem letras sobre a vida, etc, etc. Até aí maravilha. O problema é, será que “a vida imita a arte” também?

Não entendeu? As vezes paro e vejo algumas pessoas ao meu redor fazendo coisas que até então eu nunca havia visto na vida real. Não estou falando de ficção científica não, estou falando de coisas de novela, de traição, intrigas, e as pessoas fazendo isso como se fosse tudo normal na nossa sociedade.

Posso estar falando besteira, mas que tem muita novela e muita música falando bobagem, e as pessoas seguindo essas bobagens, a isso tem, e muito. Mas o que eu posso dizer sobre isso? Sou um mero desconhecido, não tenho influência nenhuma.

E o Segredo da Vida?

Muitos riem de mim, mas eu gosto muito de falar que, acho que descobri o segredo da vida. Não é nada espetacular não, mas é algo muito difícil de se conseguir.

Equilíbrio. Sim, esse é o segredo. Simples não é? Não, nem um pouco.

Quando eu falo que temos que fazer tudo na vida com equilíbrio, muitos riem, dizendo algo do tipo: “então posso beber 3,5 dias por semana e ficar sem beber os outros 3,5 que estarei mantendo o equilíbrio”.

Sinto informar que não é bem assim. Equilíbrio neste caso é exatamente como uma divisão de pesos em uma balança. Sim uma balança, com dois lados tendo que ter exatamente o mesmo peso. Mas de um lado eu posso ter um kilo de penas e do outro um kilo de chumbo.

balanca2Entendeu? Não? Vou tentar ser mais claro então. Você precisa de muito mais penas do que chumbo para conseguir um Kilo. Digamos que algumas coisas na vida sejam como pena, sendo que para conseguir um kilo, você precisa de muita, mas muita pena mesmo. Mas tem outras coisas, que pesam muito mais, e são como o chumbo, onde o mínimo quase é demais.

Então a dica é, pese as coisas que você vai fazer, avalie se não vai desequilibrar a sua vida, antes de fazê-lo.

Eu acredito que, se você conseguir alcançar esse equilíbrio em todas as coisas, a vida será muito melhor. Olhe para a natureza, você já percebeu o que ela sempre procura? Ela sempre procura o equilíbrio, para que a vida assim, possa sempre continuar.

Como assim? Nada para finalizar?

O que eu posso dizer para finalizar? Nada. É isso mesmo. Já acabei.

Só espero que quem ler isso não seja superficial de apenas clicar no botão curtir sem pensar no assunto, como provavelmente faz com a vida e só curte superficialmente, mas espero que pense sobre tudo isso, e possa melhorar em algum aspecto.

Muito Obrigado para quem leu até o final.

Genilto Vanzin

2 Comments

  1. Ah é foda aprender na marra. Muita coisa a gente tem que aprender é com os outros. As merdas que os outros fazem ensinam muito cara.

  2. Guilherme

    Muito boa tua análise da conversa…

    Esse tal de equilíbrio é punk mesmo. Tomara que, para ter escrito isso, você não tenha aprendido na marra que o equilíbrio é importantíssimo. É difícil aprender na marra, é muito mais doloroso e longo.

    Abraço.

Deixe uma resposta

Theme by Anders Norén